Se quiser entrar em contato comigo, meu e-mail é babimottin@hotmail.com



Eu respondo sempre todos comentários nos posts que foram comentados... Assim fica mais fácil. Beijão

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Nossa História - Marissa e Rafael

Me chamo Marissa, moro em Santos, tenho 30 anos e uma filha de 10 anos de um relacionamento anterior.


Sou casada há 5 anos, e minha gravidez, embora não planejada foi muito bem-vinda e nos trouxe muita felicidade... Comecei tendo imprevistos no começo, tive descolamento de placenta...depois, com aproximadamente 24 semanas de gestação, fiz o 2º US MORFOLÓGICO, e descobrirmos que nosso filhinho tinha uma malformação rara e extremamente grave chamada HÉRNIA DIAFRAGMÁTICA CONGÊNITA(HDC).

A hérnia dele era do lado direito, ele tinha até o último ultrasson feito 1 semana antes do parto, o fígado no hemitórax...e isso fez com que os pulmões fossem impedidos de desenvolverem.

Eu tomei injeções para induzir o desenvolvimento dos pulmões (CELESTONE), mas não adiantou no meu caso.

Ficamos desesperados, procurei opinião de 2 cirurgiões pediátricos que foram indicados como sendo os melhores da cidade... e eles me deram 40% de chance de vida ao meu bb.Meu mundo desabou...meu marido então...mas confesso q ele embora muito preocupado, parecia não ter muita noção do que realmente estavámos passando.

Tive que fazer exame de AMNIOCENTESE, porque era necessário saber se além dessa , existiam outras malformações, inclusive a Síndrome de Down....

Tive contrações e fiquei mais 3 dias acamada. TUDO DEU NEGATIVO.

Mas mesmo assim, eu me mantive firme na fé em DEUS e no milagre da cura!

Orava todos os dias, muitas pessoas se comoviam com a minha história e assim, o número de orações à nosso favor triplicou.

Fui atrás de informações pela internet, foi quando conheci várias mães de bebes que tinham a mesma malformação, me informei sobre a cirurgia e tratamento com detalhes, procurei o melhor hospital para o meu bb nascer...pq elas me deram uma perfeita noção do que eu "ia " passar...

Ganhei na verdade ali, amigas-irmãs para a vida toda...pessoas que foram essências na minha recuperação ... na minha regeneração...Pri Cobra, Tais G, Scheila Barros, Vivi Brito...vcs dividiram comigo esses momentos de tanta dor, de desespero, junto com Deus vcs me "carregaram no colo", e com tanto carinho, amor e força vinda de vcs, era difícil querer continuar sofrendo tanto...Serei eternamente grata à cada uma de vcs, e procuro retribuir isso com um AMOR incondicional que sinto por cada uma, mesmo não tendo conhecido a grande maioria pessoalmente ainda, por morarmos longe, tenho vontade de abraçar cada uma com a mesma intensidade q me sentia abraçada a cada ligação e mensagem de carinho vinda de vcs!

Agora, continuando...:)

Com 37 semanas e 3 dias de gestação, minha médica marcou a cesárea e lá fomos nós...entrei apreensiva mas acima de tudo confiante em DEUS.

Meu amor nasceu às 07:53 hrs da manhã...não sei com quantos kilos nem cm...ñ mediram e ñ pesaram...

Não consegui ouvir seu choro, ele tentou mas não conseguiu...

Foi entubado imediatamente e levado à UTI sem ao menos eu ver...só vi o seu rostinho passar rapidamente e me olhou como quem diz:" Mamãe, socorro!"

Naquele momento, desabei...chorava desesperada! Que vontade q tive de levantar daquela maca, pegá-lo em meus braços e fugir com ele dali! Poder salvar aquela vida tão frágil....

Aguardei até 17hrs para ir até a UTI vê-lo.Chegando lá, ele estava intubado e sedado. A situação se complicou assim q ele nasceu e deram 2 hrs de vida à ele...eu ñ sabia!

No entanto, já se passara 10 hrs e ele estava ali, lutando! Ao nascer, os médicos disseram q além do fígado, ele tinha as alças intestinais no tórax...

Cheguei na UTI e fiz carinho, disse q o amava muito e que ele tivesse força q logo ele sairia dali...cantei para ele...COMO É GRANDE O MEU AMOR POR VC".

Ele então, por duas vezes, mexeu o pezinho. Na visita das 20hrs eu ñ pude ir pois estava com muita dor, que mal conseguia respirar e falar... meu marido foi.

Disse q ele ñ estava respondendo bem, e que ñ tinha urinado ainda, e q os médicos estavam falando em colocar dreno caso ele não urinasse.

Pedi que ele se ajoelhasse e orasse que td ia dar certo!

Convenci ele a ir embora. Ás 3hrs de 25/11/10 meu anjo partiu!:(

Acordei às 04:...hrs da madrugada assustada, com a enfermeira em minha frente, que sem exitar, quando perguntei se meu filhinho havia piorado ela disse: "-Não, ele faleceu!"

Essa frase, não saía da minha cabeça... durante muitos meses após esse dia, eu abria os olhos e revivia cada momento desse...

Eu me lembro que meu coração gelou e entrei em choque...não acreditei estar ouvindo aquilo! Indaguei a ela se era uma brincadeira, se ela estava mentindo para mim...(como se uma enfermeira pudesse brincar com uma situação dessas!)...ela balançou a cabeça como quem diz q "Não..."

Me perguntava à todo tempo :"Meu Deus! Pq fez isso comigo se confiei em ti as nossas vidas, e principalmente a vida do meu filho?"

A enfermeira indagou se eu queria vê-lo, eu respondi o óbvio:"Quero", então ela me levou a UTI...até aquele momento, eu estava desacreditando q aquilo era verdade.

Ao chegar na UTI, começou a cair minha ficha...o médico veio falar comigo, e quando ele disse "O quadro dele era muito grave, ele teve uma parada e tentamos reanimar por meia hora mas ele não respondeu"...ali, caiu minha ficha de vez!

Eu tremia o corpo todo, falava até enrolado de tanto nervoso...pedi para me levarem até ele...ao chegar lá, ao vê-lo ali sem respirar, com os aparelhos desconectados...meu coração partiu...minha dor então tomou conta do meu peito!

Me deixaram pegar ele no colo, então ali fiquei 2 h e meia com ele nos meu braços...mal conseguia chorar, pq estava com muita dor da cirurgia, mas confesso que o que mais doía era o meu coração...
Nunca imaginei que isso pudesse acontecer...massageei o seu peitinho, pedi baixinho que ele voltasse para mim, que ele não me deixasse!!

Então, fiz o que tinha vontade de fazer...beijei muitoo, abracei aquele corpinho tão pequenino, frágil e lindo! Chorando cantei para ele "Como é grande o meu amor por vc", e
então o meu marido chegou, e ao me ver ali, desabou em lágrimas...Foi sem dúvida o pior momento de nossas vidas!!

Há quem diga que nós que geramos esses bebes que viram "anjos" somos abençoadas...mas difícil é entender isso, no começo, como uma bênção e não como um castigo, né?
S
ou espírita, e soube dos "porquês"...pq ele se foi, enfim, mas que ele reencarnaria como meu filho nessa vida de novo, e q não demoraria!

E o que me acalmava nesses primeiros meses consecutivos à perda do Rafa, era sentir o cheiro das flores de seu caixãozinho enquanto eu pensava nele em casa...
ele vinha me visitar!

É muito inexplicável a sintonia que temos um com o outro...apesar de ultimamente não sentí-lo tão perto como antes, há pouco tempo eu estava trabalhando e sentia do nada, cheiro
de rosas... e eu adoro rosas!! Eu ria sozinha e meu coração se enchia de alegria por saber q era meu anjo q estava ali, do meu lado...entendia q aquilo era um " Eu te amo mamãe!"

Agora espero o dia de seu retorno...que sem dúvida será o dia mais feliz da minha vida!!
Um beijo meninas!!
Fiquem com Deus!!
Minha comunidade no orkut sobre HDC - http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=107373247

2 comentários:

  1. daiani dallavechia1 de agosto de 2011 22:04

    MARISSA
    nossa, história é parecida mesmo, só que eu nao tive a graça de ter ele no meus braços, nao pude nem participar do enterro, somente minha mãe deu colinho, meu marido falou que nao aguentava todo aquele peso...........
    toda vez que eu me desesperava ele se mexia muito no meu ventre, eu sempre dizia que ele tentava me dizer nao chora mamãe que tudo vai ficaar bem...isso me dava muita força...bj

    ResponderExcluir
  2. Lembro mt bem dessa história...e sofri junto, chorei junto, tentei ao maximo estar presente *(msm distante)...ñ sabemos o proposito de Deus nas nossas vidas ne, mas como dizem, ele é o UNICO q sabe d todas as coisas....logo nosso Rafa tá d volta...e lhe fará mto mais mt feliz como vc merece...

    te amo amiga...

    bjs

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar! Fique atenta que responderei ao seu comentário no post q foi comentado. Beijãoo