Se quiser entrar em contato comigo, meu e-mail é babimottin@hotmail.com



Eu respondo sempre todos comentários nos posts que foram comentados... Assim fica mais fácil. Beijão

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Assumindo minha porção neurótica

Quem nunca se sentiu impotente vendo um filho doente?

Pois é... Eu não sei se tem haver com tudo que a C passou, mas toda vez q ela fica doente, me sinto assim... :(

Que mãe gosta de ver o filho doente? Difícil né?

O fato é que a C tem sim uma saúde mais frágil, ela tem a imunidade mais baixa sim, ela inspira cuidados especiais sim!!! E eu me esforço ao máximo para que ela fique bem longe de qualquer "perebite"... Claro que mesmo cuidando com todo afinco ela fica doente sim e eu sofro pra caramba com isso...

Impossível vê-la doente e não lembrar de todos os 76 dias que ficamos no hospital com ela... Impossível não temer voltar para lá... Impossível "ficar tranquila, que logo ela vai melhorar"... Não é assim que a coisa funciona pra mim...

Sempre pensei que com o passar do tempo eu iria ficar um pouco menos estressada com isso, mas a cada nova "perebite" me vejo neurótica controlando febre de meia em meia hora, e mega atenta a qualquer novo sintoma, me vejo tonta tentando descobrir se a tosse é seca ou com catarro, se esta solta ou se esta presa,  se é gripe, resfriado ou uma simples rinite... Avaliando se a secreção do nariz está colorida ou incolor, tentando decifrar se pode ser dor de garganta ou se é o ouvido que está incomodando... Eu não sei se todas as mães são assim, mas o fato é que eu sou, e como isso é desgastante :/

Queria ser menos estressada, juro que queria, mas não consigo... Simplesmente não consigo!

E esse cuidado não é somente quando ela está doente... No dia a dia eu fico doidinha tentando avaliar condições climáticas e OBVIO que jamais tiro ela de casa sem levar um casaquinho hahahahahaha. Marido piraaa com essa mania do casaco hahahahahaha.

Se estamos na rua e alguma criança se aproxima dela eu já estou analisando pra saber se a crianças está bem de saúde... Se tossir ou espirrar perto dela já cato do chão e caio fora! hihihihihihihi

É eu tenho que rir, por que é o que me resta... Se as mães fossem divididas por classes eu seria da classe neuróticusextremans commmm certeza!! hahahahahahahaha.

E o que anda me preocupando um pouco (le-se mto mto mtooooo) é o lace da escolinha... Afe! Provavelmente vamos colocar a C na escolinha em Janeiro ou Fevereiro do ano que vem... Ela precisa socializar (não que ela não seja sociável, por que ela é um amor com outras crianças) mas ela precisa desse contato com crianças do tamanho dela e eu preciso trabalhar pra ajudar no orçamento familiar, afinal era pra ser uma ano em casa cuidando dela e por medo das possíveis doenças acabamos adiamos por mais um ano... Então ano que vem a coisa vai rolar... e eu to morta de medo!!!

Mas terei que enfrentar isso... Eu sei que ela vai ficar doente (e sei disso por que conversos com outras mães que os filhos vão para a escola e elas me dizem das incontáveis "perebites" q eles adquirem)... E eu sei que vou amargar belos dias de impotência, culpa e remorso... Mas é a vida seguindo o ciclo... Ainda tenho alguns meses pela frente para tentar me habituar as gripes, resfriados, otites, amigdalites e qualquer "ite" q vier pela frente mas sinto que relaxar mesmo não vou nunquinha.

Então é isso... Sigo na difícil mas gratificante função de ser mãe onde a gente nem sempre acerta, mas com certeza erramos tentando sempre acertar...

Beijão e linda terça-feira a todos...

18 comentários:

  1. Oi Débie também passo por isso. Meu filho teve síndrome hemolítico urêmica. Passamos 20 (terríveis) dias no hosp. 10 na uti fazendo dialise. A vida segue não tem jeito...também precisei colocar ele na temida ESCOLINHA, e pra minha surpresa já fazem 4 meses e estamos sobrevivendo sem as famosas doencinhas...Não sofre por antecipação tudo vai dar certo. Deus esta no comando e ele tem sempre o melhor pra nós. Sempre acompanho vcs, bjoss e muita saúde pra tua pequena.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Flávia e bem vinda ao blog! Nossa guria nunca tinha ouvido falar dessa síndrome... Imagino o sufoco!!

      Mas que bom que ele se recuperou e que bommm q vem se saindo bem na escolinha!! Eles nos matam de sustos, mas são guerreiros natos!

      Beijao

      Excluir
  2. Débie (agora escrevi correto seu nome!)rsrsrs
    Eu também sou assim,meu filho não passou por nada de internação hospitalar,mas morro de medo dele ter alguma coisa mais grave e eu não socorrer a tempo,é instintivo não adianta,esse sentimento é muito forte...

    Ele quase internou por conta de uma gastrointerite aguda,desidratou legal,mesmo socorrendo ele algumas horas depois do inicio súbito da maldita,tomou injeção pra sessar a vômito porém a mesma não resolveu,e a noite ele tava coro e osso,quando corri novamente pro hospital,ficou tomando soro a noite toda,ele se insvaiu em água,nã era mais diarreia q ele fazia e sim água literalmente pra fora..foi horrivel e muito perigozo,do organismo não responder mais,e depois disso,no q eu já era neurótica,piorei...fujo tbm de criança com qualquer narizinho escorrendo,ou tossindo.

    Quando ele teve estomatite,não me convenci em leválo 1x ao pediatra não acreditei nele,retornei no mesmo hospital de minha cidade,a febre muito alta e meu guri ficou de uma maneira,q acabei levando no mesmo dia no hospital da criança na santa-casa de porto-alegre...

    e relamente era a dita cuja..se a C não teve fique atenta,pq dá em criança até 3 anos...aaff

    Meu guri fez 3 aninhos,percebo q sua imunidade melhorou pra caramba,pq até os 2 aninhos,meu pai..a cada 2 meses ele parava no plantão pediátrico...

    Bjs e obg por me add no face :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alineeee q bommmmmmm pelo menos umaaa q admite ser como eu ihihihihihihihihihihii. Ai guria graças a Deus a C também nunca internou depois q teve alta, mas ando sempre um passo a frente... Se o nariz escorre ja to com o alerta ligado! Nossa pediatra é uma santa pra me aturar hahahahahaha. Quanto a estomatite, a C tv com 8 meses... foi horrivel 30 dias pra curar total... da uma pesquisada q fiz alguns posts sobre isso... Foi horrivel!!!!!! Nem gosto de lembrar, mas o bom é que se tiverem d novo nunca é forte como a primeira segundo nos explicou a pediatra... Q bomm pq foi horrivelllll!!!!

      Me disseram também q depois dos 3 anos melhora... Tomara Deus hihihihihi

      beijaooooo

      Excluir
  3. Olá
    Adorei o blog!
    Vou seguir :):)
    Passa no meu cantinho e se gostares segue também...
    sercarolinaeser.blogspot.pt

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carolina, seja bem vinda! Vou passar por lá com certeza!

      Beijao

      Excluir
  4. Debie!!!!
    Sempre me falaram que as crianças com certeza ficariam doentes quando entrassem na escolinha!!!
    Tua acredita que até hoje, mesmo com esse nosso super inverno, não tiveram nadica de nada!!!!
    A C já vai estar com quase 2 anos e meio e a imunidade vai aumentando! Vejo isso aqui!
    Tu conhece bem a história do trio e sempre tive esse medo!
    Mas as histórias não são sempre de terror!!!! Aqui tem sido tudo ótimo!!!
    Bjs,
    Mari

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Mariiii que bommm que o tri esta se saindo bemmm!!!! Nossa, só de pensar nela na escolinha já fico tensa hihihihihihi. Mas precisamos evoluir... Do ano que vem nao passa!!!

      Beijaoooo e uma mordidinha nos lindos!

      Excluir
  5. Acho que nenhuma mãe é totalmente light quando se trata de filho doente ou com possibilidade de adoecer. A minha "bebê" tem 4 aninhos e confesso que um espirro perto dela ainda me dá um aperto no estômago, rsrsrs.

    A escolinha geralmente traz as viroses chatas, mas com o tempo a criança vai ficando mais imune e adoece menos. Sem contar com todos os outros benefícios que a escolinha proporciona.]

    Sabe quando consegui relaxar um pouco (bem pouquinho, mas tá valendo, rsrs)? Quando achei um pediatra/otorrino meio maluco que desconstruiu muitos mitos que outros pedi me ensinaram: ele me dizia pra deixar a minha filha sem sapatos um período do dia. Mandava, sim, dar sorvete e bebidas geladas no verão. Tbm que ela convivesse com outras crianças. No início eu pireiiii, mas aos poucos vi que realmente estava sendo melhor e que a pequena estava mais resistente.

    A gente acha que nunca vai passar, mas é certo que à medida em que cresce a criança vai adoecendo menos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Roberta acho bem complicado relaxar, mas eles precisa desse espaço e a gente também... Pois é as pessoas me falam isso de deixar ela descalça mas nosso clima aqui é terrivel... Morro de pavor hahahahahha.

      E eu rezo para que a medida que ela vai crescendo que diminuam as perebas...

      bjk

      Excluir
  6. Estou torcendo pela C!!
    Melhoras para ela!!
    Tão complicado né Debie?
    Vai dar tudo certo!!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brigadão Aline!!! Sabe que era rinite msm, começamos o antialérgico e melhorou mto bem!!!

      É complicado msm, ainda mais com nosso clima aqui do sul, mas temos que enfrentar...

      Beijao

      Excluir
  7. Olá!! Quando a Carol era bebê eu tinha esta mesma preocupação, principalmente que ela nasceu em 06/2009 no auge da gripe A, quando recebia visita quase pirava abria todas as janelas da casa, quando levava ela no pediatra grudava na janela onde havia circulação de ar. Adquiri uma alergia por usar demasiadamente alcool em gel nas mãos. Fervia bico e mamadeira. E creio que tudo isso valeu a pena. Este mês faz um ano que ela está na escolinha e realmente as "perebites" chegaram, mas com o passar do tempo elas ficam com o organismo mas forte e tudo melhora. Sabe que por mais que as profes cuidam elas dividem as merendas e este é um problema. Sabe que a Carol chega em casa falando que tomou suco de sabores que não levou questiono a mesma e ela fala é do colega mãe. Quase enlouqueço???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Báhhh guriaaa eu piro até hj com essa historia de gripe A. Eu também uso mto alcool gel e fervo mamadeiras e bicos até hj hahahahahha. Aii guria q nervosoooo eu nao tinha pensado nisso de dividir merenda hihihihihihihi.

      Mas assim como elas precisam desse espaço e aprendizado a gente precisa de um tempo pra gente né?

      Beijaoooo e obrigada por comentar querida

      Excluir
  8. Ooo amiga!! Eu te entendo perfeitamente!! Eu não passei com meus meninos por isso que passou e já sou quase igual a você, kkk... Eu acho que é bem normal até...
    Rolei de rir aqui com a história do casaco... e me identifiquei, pq por aqui o marido me estressa pq faça chuva ou faça sol eu sempre levo uma touquinha pros meninos... rsrs...
    Sobre a escolinha, não vou negar que realmente eles pegam umas perebites (adoreiii isso) mas é muito bom, sem contar na parte de interação e desenvolvimento, essas perebites os deixam mais fortinhos... Encara essa e boa sorte!! E se precisar estamos aqui!! =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Pâmella adoro saber q não estou sozinha no barco da neurose hehehehehe. Haaa mas a toca aqui também vai junto!!! Nem falei pq ela fica direto dentro da bolsa hahahahahahaha. Valeu pela força Pâm e pode deixar q se eu precisa eu grito msm!!! E que as perebites fiquem bemmm longeee hehehehe.

      beijao

      Excluir
  9. Tudo ará certo querida :D
    Estou torcendo pela C
    Verdade que nenhuma mãe gosta de ver os filhos doentes né??? Que chato.
    Beijão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Marta querida!!!

      Realmente nenhuma mãe gosta de ver filhos doentes!

      Beijao

      Excluir

Obrigada por comentar! Fique atenta que responderei ao seu comentário no post q foi comentado. Beijãoo