Se quiser entrar em contato comigo, meu e-mail é babimottin@hotmail.com



Eu respondo sempre todos comentários nos posts que foram comentados... Assim fica mais fácil. Beijão

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Estomatite Viral

Pois bem, no post de hoje vou falar dessa doença que tem tirado meu sono a duas noites...

Tudo começou quando sábado fomos almoçar na minha sogra e a tarde fomos até o cairu (pra quem não mora em Garibaldi e não sabe o q é o cairu, digamos que o cairu é o nosso shopping, nosso carrefour, nosso tdo hahahahahaha).

Sim eu sei que o dia estava mega friu, sim eu sei que evito tirar a Cecília de casa com o tempo assim, alias evito tirar ela de casa com tempo friu, tempo médio, com vento, com chuva, com garoa, com neblina, e se bobear evito tirar ela de casa até com sol e calor (sou radical msm). Mas o Rafa queria mto almoçar na mãe dele, eu até estava com um pé atrás, mas cai na tentação, agasalhei ela bem e saímos...

Tdo ia correndo bem, viemos pra casa e eu atenta a qq modificação significativa com ela (sim, eu sei que sou neurótica), a tarde correu bem, recebi a visita de algumas amigas e da minha irmã (e elas não estavam com nenhuma pereba), mas a noite fui sentindo a C um pouco caidinha, meio chorosa, colokei o termometro as 21:00 e estava com 37.1 de temperatura... Apesar dos médicos dizerem que isso não é febre, liguei o sinal de alerta e fui conferindo a temperatura a cada 15 minutos, e ela foi subindo, subindo e quando as 22:00 chegou em 37.8 ligamos para a Dra Simone.

Ela pediu para darmos alivium de 6 em 6 horas  se ela tivesse febre e controlar se aumentava muito, e qq coisa ligar pra ela novamente... Ela disse que essa febricola podia ser dos dentes de cima que estão kerendo nascer, mas como ela "só" tinha febre, tínhamos que esperar se aparecia mais algum sintoma...

Passei uma noite maravilhosa, acordando cada pouco para colocar o termometro nela.... Mas a febre não voltou a aparecer... Graças a Deus!!!

No domingo de manhã, seguiu com a temperatura normal, apesar de estar um pouco abatida...

E eu segui controlando a temperatura de meia em meia hora (já disse que sou neurótica, pois bem acreditem de uma vez por todas!)...

Então de tarde começou subir um pouco... 37.1, um pouco depois 37.6 e eu já com o telefone na mão pra ligar pra Dra. mas esperei mais meia hora e caiu pra 3.1 d novo, e assim foi a tarde tda, subia um pouco mas não passava de 37.6 e caia novamente... Já havia percebido q ela estava babando mais q o normal, e ficamos achando ser msm a chegada dos dentes, mas na hora do mamá das 16:00 percebi algumas bolinhas na linguinha dela, então dei uma olhadinha melhor e haviam aftas na linguinha, na parte interna dos lábios e na gengiva... Aff... Era só o q faltava...
Ia ligar pra Dra. mas achei melhor esperar mais um pouco pra ver se a febre aumentava... Então as 18:00 a febre chegou a 37.9, na msm hora liguei pra ela e expliquei tdo...

E o diagnóstico foi de Estomatite Viral!! O tratamento é com Alivium e seguir monitorando a febre... Ela disse que em 3 dias deve passar os sintomas...

Depois que dei o alivium as 18:00 ela ficou como nova, brincou, riu, e até bateu palmas quando cantaram parabéns no programa do Faustão... Foi bem engraçado hehehehe.

Durante a noite ela acordou algumas vezes chorando, mas sem febre... Deviam ser as aftas incomodando...

Hoje de manhã ela estava um pouco abatida, mas tomou tda a mamadeira das 10:00... Já as 11:30 não quis saber da sopinha, dei akelas papinhas de frutas da nestle e ela comeu um pouquinho, mas nem tocou na mamadeira das 13:00... Dei uma olhada na boca dela e o número de aftas dobrou... Esta com a gengiva inchada e quase não se vê os dentinhos de baixo, sem falar que não quer sair do colo e esta muito chorosa... Uma afta já nos deixa doidos, imagina só ter todas q ela tem... Só pode estar amolada e sem querer comer... Mas fico muito triste e chateada, não gosto de vê-la assim, alias, que mãe gosta de ver seu filho doente?? Fico com o coração partido... Tomara que passe logo...

Independente disso ter surgido ou não por conta da nossa saída de sábado, já decidi que até o final do inverno só tiro a C de casa se for extremamente necessário e só vamos receber em casa pessoas 100% saudáveis que só vão tocar nela com as mãos devidamente limpas!!! Radicalismo? Pra não vê-la doente sou radical ao extremo msm!!! Criticas?? Quem quiser criticar manda um e-mail pra ficalongedaminhacasa@vacuidardasuavida.com.br .

Só quem tem bbs que expiram cuidados extremos sabem do que eu estou falando... Estou falando das pessoas que vem aqui e se fazem de loucas, não lavam as mãos, e a gente fica meio inibido de pedir que lavem e das pessoas que nos chamam de exagerados pelos cuidados que temos de sempre lavar tudo antes de dar na mão dela... Mas a minha educação foi pras cucuias de vez depois dessa, se quiserem vir aqui, vai ser do meu jeito!!!

Por que quando ela fica doente, sou eu que fico com o coração na mão, sou eu que não durmo de preocupação.

Eu sempre fui extremista com os cuidados com ela, admito que andei relaxando um pouco, mas ACABOU!! Para quem já me achava neurótica com os cuidados com ela, já fica sabendo que agora o bixo vai pegar e quem não esta satisfeito faça o favor de não vir nos ver!!! A filha é minha e quem sabe o que é melhor pra ela sou eu!!!! Só eu sei o que passei em Porto Alegre, e não vou por tudo a perder. Não vou aturar criticas de mais velhos, nem de mais novos, nem de da vó do badanha!! Posso estar errada, mas vou fazer do meu jeito!! E tenho dito!!!

E para quem ta se perguntando: Meu Deus ela esta assim por causa de uma estomatite? Eu respondo: Vem aqui em casa ver como está a Cecília e depois vai plantá batata na beira do asfalto!!!

Post um pouco nervoso hj... Mas ta valendo...

segue agora umas perguntas e respostas sobre estomatite....

O que é estomatite?
Estomatite é uma infecção viral bastante comum em crianças e provoca várias feridinhas (ou aftas) na boca e garganta, causando muitas vezes grande desconforto e dor. Apesar de ser duro ver a criança sofrer, geralmente não há motivos para maior preocupação.

A maioria das pessoas carrega os vírus que causam o problema. Na realidade, o quadro de estomatite de seu filho pode ser sinal da primeira infecção com o herpes simples tipo 1 (HSV-1), um vírus que quase todos nós "pegamos" na primeira infância e carregamos dentro do corpo para o resto da vida.

Outro vírus, o coxsackie, também pode provocar estomatites e a chamada doença de mão, pé e boca (também caracterizada por pequenas lesões nestas partes).
Quais são os sintomas?
As feridas são pequenas (de 1 a 5 milímetros de diâmetro), acinzentadas ou amareladas no centro e avermelhadas por fora. Sua gravidade e localização depende muito do tipo de vírus que está provocando a estomatite.

As lesões podem aparecer na gengiva, na parte interna das bochechas, no fundo da boca, nas amígdalas, na língua ou no céu da boca. As gengivas podem ficar ainda inflamadas e sangrar facilmente.

Como essas aftas costumam ser doloridas, seu filho possivelmente ficará irritado, vai babar mais que o de costume e perderá o apetite e até a sede (dói para engolir). Mau hálito e febre (de até 40 graus Celsius) também podem aparecer, e os gânglios do pescoço tendem a ficar inchados e sensíveis.

Observação: Em casos raros, uma estomatite causada pelo vírus do herpes pode se espalhar para os olhos e infectar a córnea. Uma infecção desse tipo pode levar a danos permanentes nos olhos, por isso leve seu filho imediatamente a um médico se ele tiver estomatite e você perceber que os olhos dele estão avermelhados, lacrimejantes e há sensibilidade à luz (sinais iniciais da infecção conhecida como ceratite herpética).

Como se trata a estomatite?
A primeira coisa para lembrar é que, como é uma infecção causada por vírus, antibióticos não fazem efeito nenhum. As lesões na boca devem passam em uma ou duas semanas. Veja a seguir algumas dicas para aliviar o desconforto do seu filho e mantê-lo o mais saudável possível:

• Medicamentos à base de paracetamol ou ibuprofeno podem ajudar a diminuir a dor e a febre (nunca dê aspirinas a ninguém com menos de 20 anos, porque ela pode levar a uma rara, porém grave, doença chamada síndrome de Reye). Se a dor for tão forte que a criança não conseguir comer ou beber nada, seu médico poderá receitar um analgésico mais forte.

• Embora a criança não tenha vontade de beber nada por causa da dor ao engolir, é importantíssimo mantê-la hidratada. Tente oferecer bebidas mais frias, não ácidas e não gasosas -- água, milk shakes ou sucos diluídos (de maçã, por exemplo) são boas opções. A desidratação pode aparecer rapidamente em crianças pequenas. Ligue para o médico se seu filho ficar mais de seis horas sem urinar ou beber nada.

• Procure dar alimentos mais frios também, como sorvete e iogurte, e comidas menos temperadas, como macarrão só na manteiga ou com azeite e purê de batata ou mandioquinha.
Enfim é isso, agora é ter paciência e rezar para que ela fique boa logo.


4 comentários:

  1. Oi!

    Não acho exagero cuidar do que é nosso.Acredito que essa estomatite possa ser o começo de uma vida normal, em que crianças apresentam viroses as mais variadas. Isso não que dizer falta de cuidados nossos, mas prevenir é sempre melhor do que remediar.

    ResponderExcluir
  2. Bem Debie o que posso te dizer é que na verdade se corre riscos sempre neste período devido ao contatos com pessoas em ambientes fechados,mas uma coisa que suspeito é o seguinte:Isto pode ter acontecido devido a outras crianças manusearem digo babar os brinquedinhos da C,como ela coloca tudo na boca isto é bem provável.
    Mas conhecendo bem esta batatinha vai sair de letra desta.Bjs

    ResponderExcluir
  3. hahahahahahahahaha,
    Débie, to morrendo de rir do endereço de e-mail ficalongedaminhacasa@vacuidardasuavida.com.br, achei o máximo...É isso aí, azar de quem achar ruim, em primeiro lugar o bem estar da Cecília, o resto que se exploda.
    Nem precisamos dizer que não vai ser desta vez a nossa visita né. Está tudo certo, estamos indo pra Bento no sábado, mas não quero arriscar passar aí pra ver vcs e passar alguma coisa pra ela. Não estamos doentes, mas somos adultos, que convivemos com outros adultos e querendo ou não, não temos todo o cuidado necessário com essa coisa de "evitar" contaminãção. O melhor é deixar passar e combinamos uma visita em outro momento. Não vão faltar oportunidades. Pelo menos duas vezes por ano a gente vai à Bento e acredito que nós não vamos perder o contato. Quando der nós combinamos e a gente vai aí conhecer pessoalmnte essa batatinha linda.
    Grande beijo, fiquem com Deu e se cuidem.

    ResponderExcluir
  4. Meu nome é Cintia, e acabo de passar a pior fase desde quando me vi mãe. Minha filha de dois anos teve estomatite. Durou exatamente uma semana. Ela passou os cinco últimos dias sem comer ou bebeR, bebia um pouco de água, em uma semana emagreceu 3kg. Chorava muito. As feridas apareceram nas amígdalas, garganta, língua, gengiva e nas partes interna e externa dos lábios. Gente que sofrimento, ela sentia fome tentava tomar leite ou qualquer coisa, desistia e chorava, até que pegou medo e não queria colocar mais nada na boca, por duas vezes chegava a tremer de fraqueza, a pediatra informou que não havia nada a ser feito, além da medicação receitada, só o tempo faria melhorar. Comecei dar leite com colher, iogurte, mas ela comia muito pouco. No sexto dia quando minha filha tomou um copo de leite, não me controlei e chorei, senti um alívio por vê-lá comer. Ontem ela voltou a comer normalmente. O pior de tudo é que tenho uma menino de um ano, que hoje começou a ter febre e babar muito, já estou desesperada com medo que ele tenha estomatite também.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar! Fique atenta que responderei ao seu comentário no post q foi comentado. Beijãoo